Um Braga de luxo

A humildade portuguesa ofuscou a arrogância espanhola

O Sp. Braga garantiu nesta terça-feira um apuramento histórico para a fase de grupos da Liga dos Campeões, ao vencer no reduto do Sevilha, por quatro bolas a três. A equipa portuguesa já tinha vencido em casa por 1-0, e na visita a Espanha conseguiu vencer novamente, ainda que tenha revelado alguma intranquilidade no segundo tempo. O Sp. Braga esteve mesmo a vencer por 2-0, com golos de Matheus e Lima. Luis Fabiano e Jesús Navas deram o empate à equipa espanhola, mas Lima ainda foi a tempo de fazer um hat-trick para sentenciar a eliminatória. Kanouté ainda marcou mais um golo para o Sevilha, nos descontos, mas a história estava traçada e o sonho estava cumprido! O sonho é real e, absolutamente, louco! Foi um Braga destemido, com a lição muito bem estudada, com tempo para tudo e que venceu o Sevilha por 4-3! Antonio Alvarez prometeu um Sevilha a deixar a vida em campo, Domingos Paciência prometeu golos. E foram quatro contra três sofridos. Foi um início de jogo bastante tenso e nervoso, tal a ânsia com que o Sevilha atacava e a forma sofrida como a equipa bracarense defendia.

Os arsenalistas aguentaram a pressão e surpreenderam no contra-ataque, demonstrando que no futebol não há vencedores por antecipação, se há realmente qualidade ela deverá ser mostrada dentro das quatro linhas e hoje vimos um Braga muito bem preparado e unido, apesar de ter mostrado um pouco de nervosismo nos minutos finais! Salino, Sílvio, Lima e Matheus, quatro guerreiros que brilharam no jogo desta noite, o primeiro recuperou recuperou e voltou a recuperar bolas naquele meio-campo, Leandro Salino é pequenino, mas enche o campo de uma forma encantadora. O segundo é ainda um miúdo com uma enorme margem para progressos, mas no jogo de hoje parecia um veterano na forma como encarou o seu adversário sem qualquer tipo de medo de errar! Lima e Matheus, os marcadores dos golos, fizeram com que o sonho de uma equipa e de uma cidade se tornasse possível. O enorme Sevilha tornou-se pequeno aos pés da equipa de Domingos, pois existiu uma enorme garra por parte de todos e isso é fundamental quando se quer atingir o sucesso. Venceu a equipa mais humilde, unida, determinada e a que foi exemplar na estratégia a seguir!

6 comentários:

Delantero disse...

mais um garnde artigo oh nogueira,grande braga,grande lima,grande domingos...

abraço

Papo de Pub - Futebol Inglês disse...

Olá, Tiago!

Excelente texto, muito bem escrito. Vamos trocar links sim! Já vou adicioná-lo.

Vou reiterar algo que você disse: esse Sílvio tem uma enorme margem de progresso, fez 135 minutos excelentes contra o Sevilla.


Abraços!

T Nogueira disse...

Bom dia aos dois,

Muito obrigado e quanto ao Braga e ao Sílvio acho que já não é preciso dizer muito mais, os resultados e a objectividade falaram por si!

Um grande abraço

Manuel Cañizares disse...

hola he visto tu blog y me gustaria un intercambio de links, con mi blog del Malaga BLANKIAZUL http://blankiazul3.blogspot.com/
si tu respuesta es positiva hazmelo saber con un comentario en mi blog, yo por mi parte te agrego a mis links
un saludo y gracias

Futebol disse...

O Sílvo já tinha entrado muito bem no jogo da primeira mão, na altura para substituir o Miguel Garcia. Depois foi vê-lo fazer um excelente jogo e dando outra dinâmica, apoiando muito bem no ataque, sendo também certo que beneficiou de uma estratégia totalmente diferente daquela utilizada por Domingos na primeira parte.

T Nogueira disse...

Concordo contigo Carlos, o Domingos na segunda parte do jogo da 1ª mão soltou mais a sua equipa para o ataque, deu mais liberdade aos seus jogadores e o Sílvio só beneficiou com isso, bem visto!

Um abraço