Um Sporting negro de Paulo Bento


Ontem em Alvalade houve uma insignificante melhoria no futebol leonino, tão insuficiente que nem deu para marcar um único golo aos homens do Restelo. Este empate no derby de Lisboa confirma o que já estava confirmado para mim há muito tempo: o leão está a atravessar uma fase bastante negra, os adeptos estão revoltados e o futebol da equipa é argumento mais que válido para essa tal revolta, dado que todos colocam o Sporting como sendo a “típica equipa grande”, mas no fundo esta equipa de Paulo Bento não pratica futebol suficiente para merecer esse estatuto, a sua dinâmica ofensiva é péssima, não consegue jogar de forma continuada e apoiada, não provocando desequilíbrios em posse de forma segura, fazendo dos lances de bola parada o mais forte argumento para criar perigo. A sua defesa é extremamente insegura e o único jogador do sector mais recuado que não merece ser alvo de críticas é o jovem Daniel Carriço, todos os outros demonstram lacunas básicas e essas perigosas anomalias estão relacionadas com a incapacidade psicológica e motivacional de toda a equipa!

Um grande problema desta equipa também paira na dupla de ataque, Liedson não tem um companheiro certo a seu lado, já vimos que Postiga não é mais do que um ponta-de-lança banal, Yannick Djaló tem características semelhantes a Liedson e num sistema como este não é exactamente isso que se procura, dado que, para além de Yannick ser um pouco fraco a finalizar e a pressionar, o que se deve procurar realmente é um avançado mais posicional para contrastar com a enorme mobilidade do luso-brasileiro, no plantel sportinguista só vejo mesmo Felipe Caicedo como alternativa e talvez este equatoriano precise de oportunidades concretas para elevar o seu ego e o seu rendimento e dar a Liedson e a toda a equipa uma maior tranquilidade! Com tudo isto, é bem visível a dependência da equipa leonina em relação à capacidade que Liedson tem para resolver encontros, mas nem sempre o levezinho consegue resolver e quando isso não acontece tudo se torna muito mais difícil, para finalizar quanto a individualidades, tenho que falar no eterno João Moutinho, está em nítida regressão de forma, não consegue encontrar a melhor maneira para colocar o seu futebol em prática denotando claras dificuldades para aparecer no meio-campo adversário com a bola bem colada ao pé pronto a provocar rupturas nas defesas contrárias, mas também quando toda a equipa está em baixo a vários níveis são raros os jogadores que sobrevivem a essa mesma onda negativa!

Falando agora um pouco do jogo de ontem, o Sporting até entrou bem, determinado e obrigado, entre castigos e lesões, a melhorar a imagem da noite europeia, aquela que deu um triunfo histórico, mas que deixou os jogadores com as orelhas a arder, depois de uma assobiadela monumental. Era preciso trocar os assobios pelos aplausos e a entrada no jogo dava sinais de que isso poderia acontecer, Postiga rematava ao lado, logo aos quatro minutos, no primeiro indício de redenção leonina, mas seria o mesmo Postiga, porém, a desesperar o mais calmo dos adeptos ao não aproveitar um brinde do ex-leão Beto, num contra-ataque de 3 para 1, Nelson teve mérito na mancha, mas o avançado podia e devia ter feito bem melhor. Assim, pairava no ar a inquietude leonina! Os minutos finais aumentaram ainda mais a tensão, uma altura em que apenas se pensa num golo no último instante, numa inspiração de um jogador, num bocadinho de sorte que seja, para se vencer e adiar as "conversações" entre a equipa técnica e os adeptos, só que a sorte dá trabalho e o leão está de baixa, joga mal, e nas bancadas soltou-se mais uma vez a revolta com mais assobios e lenços brancos. Paciência e tranquilidade com Paulo Bento? Está muito longe de existir...

8 comentários:

Delantero disse...

Este sporting nao tem um plantel fantastico,mas um treinador bem mais competente fazia bastante melhor,o melhor jogo desta epoca foi em Florença,de la para ca foi sempre a piorar

excelente artigo Nogueira ;)

T Nogueira disse...

Concordo Delantero, o Sporting fez um jogo espantoso em Florença, merecia estar na fase de grupos da Champions, mas talvez isso juntamente com outros factores é que levaram ao péssimo estado desta equipa actualmente!

Um Abraço

PB disse...

felicidades para o blog e um abraço

Leão da Madeira disse...

Foi sim senhora uma boa analise e disseste muitas coisas que eu tenho vindo a pensar para mim proprio.
Como adepto do Sporting sinto-me revoltado com a situação que se vive no clube e concordo inteiramente com o que disse o Delantero, um treinador competente fazia melhor e dava organizaçao a equipa dentro de campo.
aquilo parece uma cambada de amadores que nao sabem o que e uma tactica e a culpa é do PB, que é quemda os treinos!
e um treinador competente motivava a equipa para nao parecer que os jogadores tao a fazer um favor ao sporting, que é o que eu vejo todos os fins-de-semana!

SL

SKJ disse...

Que tal uma troca de links? Visita http://diariodocontra.blogspot.com/ e diz qualquer coisa...

Abraços...

Anónimo disse...

Boas !!!

Se tiveres interessado numa troca de links, é só dizeres.

Abraço.

André

http://apenasesofutebol.blogs.sapo.pt/

Bimbosfera disse...

Este é um dos posts mais pragmáticos da viagem no tempo que estou a fazer aqui. Estou a ler o blog de trás para a frente, ou seja, desde o início, sendo que já sei o que se passou no início há muito tempo, e este post, dizia eu, é dos que mais se pode explorar nessa viagem.
Diz aqui no post, "já se sabe que Postiga não é mais que um avançado banal", ou algo do género. No início do blog fala-se no porquê de Jesualdo não colocar o "avançado da Selecção" contra esta mesma equipa, na SuperTaça, em 2007, creio. Curiosidades, ainda por cima hoje está do outro lado, avançado banal numa equipa banal... ou seja, Postiga "milita" no Sporting há algum tempo.
Fala-se ainda de Moutinho, e a sua regressão... Outra coisa curiosa... Hoje joga no Porto, e ajudou, a sua transferência, a pagar parte da dívida (??) do Sporting ao ter comprado Postiga, eehehhehe!
Há coisas fantásticas, não há? Ehehehehe!
Vamos ver se agora com Paulo Bento II, sim, ou Paulo Sérgio, que também é Bento de nome, a equipa vale algo mais, mas parece mesmo que não. É só pré-época, mas, a avaliar pelo que se vê será mais do mesmo... Para mim tudo bem mesmo... Sou Benfiquista!

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com

Bimbosfera disse...

Só mais uma outra coisa... No início do blog discutia-se se Paulo Bento era ou não o melhor treinador português em Portugal... Como as coisas mudam mesmo!

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com