Supertaça, o primeiro jogo oficial da nova época

Eis a diferença: Villas-Boas realizou todo o trabalho de casa, Jorge Jesus não

Esta noite assistimos a um Porto bem diferente em relação à época passada, diferente para melhor como é óbvio, sem grandes hesitações na hora do último passe com um futebol aventureiro, pressionando alto e sempre muito organizado tacticamente. Cada jogador sabia muito bem qual o papel a assumir e de que forma deveria executá-lo em prol da equipa! Dando o exemplo de Falcão, posso afirmar que era nítida a forma como este tentava anular David Luiz, cortando-lhe sempre o espaço para receber a bola. Villas-Boas sabe muito bem da importância deste central brasileiro no processo ofensivo encarnado, é ele que queima a primeira linha defensiva do adversário, criando assim mais espaços para os homens mais adiantados desequilibrarem!

Falando agora de Jorge Jesus, este treinador hoje desiludiu-me um pouco na forma como efectuou a leitura do jogo, colocou César Peixoto a defesa-esquerdo, avançando Coentrão nesse flanco, mas até que ponto será viável colocar o melhor lateral-esquerdo português numa posição que não é a sua e colocar um jogador BANAL nessa mesma posição? Não foi, de maneira alguma, rentável nem eficaz, Hulk e Varela não sentiram grandes dificuldades na hora de explodirem nesse flanco. Já lá vai o tempo em que Fábio Coentrão fazia várias posições dentro do terreno, penso eu que esse tempo já deveria ter terminado, uma vez que, finalmente, o caxineiro especializou-se, com sucesso, numa posição! Oscar Cardozo, que fez hoje um dos piores jogos da sua carreira, e Pablo Aimar passaram, definitivamente, ao lado do jogo e a turma de Jesus acusou muito isso, algo perfeitamente legítimo, dado que estamos a falar de dois jogadores de qualidade e com grande influência na equipa das águias!

Admitindo que o Porto foi mais forte no jogo desta noite, não posso também deixar de referir que a sorte do jogo esteve, completamente, do lado dos dragões. Entraram quase de imediato a vencer por uma bola a zero num golo em que foi bem evidente a fragilidade do Benfica nos lances de bola parada, aquela defesa à zona deveria estar bem mais organizada e concentrada. Depois, quando os encarnados tentavam fazer o golo do empate e até estavam lançados, Varela explodiu pelo flanco esquerdo, beneficiou da lesão de Luisão para cruzar à vontade e aí tudo se torna muito simples para um jogador com a qualidade de Falcão! Vendo bem, penso que o triunfo dos dragões por 2-0 nem foi o mais importante, visto que depois desta Supertaça nada volta a ser igual: o treinador portista está bem lançado e já conta com o apoio de toda a massa associativa! Para terminar, não posso também deixar de dizer que o campeão nacional e o seu treinador não podem passar já de bestiais a bestas, fizeram uma grande época no ano passado e nada disso deverá ser esquecido, isto foi apenas o primeiro jogo da nova temporada onde, sinceramente, ganhou quem se preparou melhor!

4 comentários:

Paulo Amado disse...

Deixando um breve comentário, gostei da tua referência ao último passe, a diferença notou-se bem aí, e na capacidade de remate.
Quanto ao Fábio Coentrão, a sua posição original é Médio Ofensivo, logo pareçe-me óbvio que Jorge Jesus queria usar uma posição mais avançada no terreno para testar a combinação Coentrão + Cardozo, mas com um avançado com os pés quadrados torna-se difícil.

Penso que devias ter referido mais o Varela, fez umas quantas investidas fantásticas, sempre com dribles muito rápidos e muita velocidade, fez o Luisão parecer um rapazinho.

T Nogueira disse...

Boas Paulo,

Tudo bem, mas tens que entender que o Fábio Coentrão está rotinado e já assimilou processos de lateral-esquerdo. E, para agravar ainda mais o caso, o seu substituto chama-se César Peixoto! Parece-me ridículo, depois de tudo o que o Fábio fez na época passada e no Mundial como defesa-esquerdo, o Jorge Jesus colocá-lo agora numa posição que já não é mais a sua!

Um abraço

Anónimo disse...

só gostaria de dizer q na minha opinião o hulk não faz um grande jogo e houve em certas alturas em q o próprio foi metido no bolso, o único extremo q jogou à bola foi sem duvida o varela q é um jogador q joga para a equipa nao é como o hulk q apesar de tudo de vez em quando lá consegue resistir a tentação e vai passando a bola.

Jorge disse...

Saudações portistas!

É possível adicionarem um link para o meu blog à vossa lista? Não sei sequer se o conhecem, já que eu apenas fiquei a conhecer o vosso através da lista de blogs que está no Negócios do Futebol e agradou-me bastante o estilo e a análise táctica. O meu blog é claramente Portista e não sei se será bem-vindo mas ainda assim não perco em tentar, certo? :)

De qualquer forma vou colocar o vosso blog na minha lista, é claramente merecedor de referência!

Um abraço,
Jorge
http://porta19.blogspot.com