Real Madrid, uma equipa complexa


O clube da capital espanhola continua a movimentar-se no mercado, na maior parte das situações com valores de transferência bem altos. Desta vez o clube merengue chegou a acordo com o Liverpool para a transferência de Xabi Alonso, pagando 30 milhões de euros para garantir o espanhol que tanto jeito irá dar para equilibrar aquele meio-campo!

Com isto só vejo duas opções tácticas para Pellegrini, a primeira e na minha opinião a mais indicada é o 4x2x3x1, com Benzema solto na frente, Kaká nas suas costas e Ronaldo e Robben ou quiçá Ribery com liberdade para deambular entre as alas e o meio como eles tanto gostam e o sabem fazer, com isto teríamos uma diferença em relação ao modelo da primeira versão dos "galácticos" que apenas tinham um médio com características mais defensivas (Makelele), neste temos um Xabi Alonso e um Lassana Diarra que são capazes de equilibrar a equipa, tanto a atacar, como a defender, como a transitar, a defesa com Marcelo, Pepe, Albiol e Sérgio Ramos ou Arbeloa é o sector mais fraco e necessita de 1 ou 2 reforços, mas mesmo se não chegar mais ninguém a este plantel é legítimo afirmar que o Real Madrid só pode mesmo ser um candidato à conquista da Liga dos Campeões!

A segunda opção trata-se de utilizar um sistema táctico próximo do 4x4x2 clássico, o que Pellegrini mais gosta, mas na minha opinião colocar Kaká a médio-centro seria desperdiçar todas as qualidades do astro brasileiro, dado que como todos sabemos num sistema como este, os dois médios-centro terão que ser muito completos para assim conseguirem equilibrar a equipa nas diferentes fases do jogo, Kaká é um 10 puro e ainda não está preparado para ficar sem a sua "liberdade" a jogar futebol! Com esse sistema táctico teríamos um ataque com Raúl e Benzema, bastante móveis e capazes também de construir um pouco o jogo da sua equipa ou pelo menos de dar a tão importante linha de passe para desorganizar as marcações da equipa adversária e criar desequilíbrios em posse, também com Cristiano Ronaldo e Robben que já estão habituados a jogar neste sistema, a equilibrarem a equipa no momento defensivo, fechando juntamente com o lateral e a explodirem na hora do processo ofensivo, demonstrando todas as suas espantosas capacidades. A defesa seria igual à que eu referi em cima e o guarda-redes só pode mesmo ser Iker Casillas!

Manuel Pellegrini tem a difícil tarefa de construir um "onze" onde encaixem todos os galácticos e não pode fechar a sua mente a novas ideias, dado que dentro do seu modelo de jogo e com os seus princípios sempre presentes num sistema base pode, como é óbvio, fazer alguns alinhamentos tácticos e dar aos jogadores a possibilidade de evoluírem e de jogarem onde realmente gostam e onde realmente se sentem bem. Como todos os treinadores, o chileno deve possuir princípios fundamentais assentados num sistema base, mas não se pode limitar a encaixar os jogadores, deve sim ser inteligente e encontrar diferentes formas para que o potencial enorme de cada jogador sirva da melhor maneira o colectivo. E isso irá catapultar, sem dúvida alguma, qualitativamente a sua equipa!

4 comentários:

Francisco Chaveiro Reis disse...

Nesta segunda vida dos Galácticos há um treinador com cabeça e jogadores de qualidade em todos os sectores.

Aposto neste onze:

Casillas
Ramos (no castigo de Pepe, Ramos no meio e Arbeloa na direita)
Albiol
Pepe
Marcelo
Lass
Gago
Xabi
Ronalo
Robben
Benzema

Francisco Chaveiro Reis disse...

Ooops, esqueci-me do Kaká. Sai Lass...

T Nogueira disse...

Sem dúvida que o 4x2x3x1 permite outro discernimento táctico! ;)

Entre Gago e Lass, eu prefiro o francês, mas são opiniões claro, até porque o argentino ainda tem muita margem para progressos...

Um Abraço

Bimbosfera disse...

Eehhehehe... Este ano tivemos os campeonatos ibéricos mais disputados do século, para não dizer de sempre que é muito tempo, mas com Barça e Benfica a atingirem o recorde de pontos, e com Real e Braga na perseguição.
Tivemos ainda, e é digno de nota, Robben, como o grande perdedor do ano, perdendo a Champions para Mourinho, actual treinador do Real, e finalista vencido do Mundial, para a Espanha, de onde saiu, do Real, para a Alemanha. Merece um prémio, digo eu...

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com