Barcelona 08/09


Uma vez que a nova época está quase a começar achei por bem falar um pouco da melhor equipa da época anterior, assim sendo só poderia mesmo abordar o Barcelona!

É certo que na época passada tivemos um Barcelona dominador e conquistador, capaz de fazer o tão famoso “triplete”, com um treinador capaz de inserir princípios bastante importantes no futebol actual que anda demasiado comercial. Mas será que Pep Guardiola não deu um salto enorme no que toca à sua carreira de jogador-treinador? Ele apenas tinha treinado durante um ano antes de ingressar na equipa principal do Barça para executar a tão importante função de treinador, pelos vistos a escolha não foi precipitada e o espanhol estava preparadíssimo!

Passando ao fundamental, posso afirmar que o ataque posicional do Barça é uma coisa fabulosa, sempre com uma abundante posse de bola numa zona de pressão, com transições lentas e seguras, criando sempre bastantes desequilíbrios nas defesas adversárias, com trocas posicionais constantes, triangulações eficientes e com uma circulação de bola rápida e muito trabalhada… Xavi é, sem dúvida, o elo de ligação entre a linha mais recuada e a linha mais avançada do terreno, é um “box-to-box” moderno, capaz de fazer bastantes quilómetros durante os 90 minutos e tanto ajudava Yaya a fechar e a equilibrar como Iniesta a desequilibrar e a criar espaços, possui uma inteligência fora do normal a jogar futebol e sabe utilizá-la da melhor forma, parece que já sabe o que vai acontecer e o que tem de fazer em cada jogada. A faixa direita desta equipa fascina qualquer um, na minha opinião é a melhor a vários níveis, junta-se um dos melhores laterais da actualidade, Daniel Alves, ao homem mais desequilibrador no mundo do futebol actual, Lionel Messi! O 1º é muito seguro a defender e interpreta as jogadas de uma forma espantosa, consegue explodir completamente com a bola nos pés e dá bastante profundidade ao seu flanco, assim sendo e demonstrando um enorme entendimento e cumplicidade com Messi, é claro que se torna mais fácil criar desequilíbrios em condução ou em passe… Falando do espantoso argentino, consigo explicar facilmente o seu sucesso: bastante velocidade com bola + dribles fantásticos + domínio e controlo de bola perfeitos + enorme alegria a jogar futebol = PURA MAGIA! Leo Messi tem uma capacidade de explosão fora do normal, ele gosta de aparecer muitas vezes entre-linhas e mal recebe a bola consegue logo partir em velocidade, criando muitos desequilíbrios com os seus fantásticos dribles ou então com a sua perfeita visão de jogo, na minha opinião, este miúdo argentino é o melhor do Mundo a desequilibrar individualmente!
Pep Guardiola montou um sistema táctico onde os princípios de jogo que ele pretende estão muito bem definidos e são bem visiveis… Os ataques da sua equipa são ricos em excelência, bastante organizados e apoiados, criando com isso naturais desequilíbrios em posse, ele mentalizou os seus jogadores a finalizarem apenas quando as hipóteses de êxito são assinaláveis, mesmo que para isso seja necessário circular a bola na grande área do adversário... Eles conseguiram aguentar uma época inteira, sempre ao mais alto nível, com um tipo de jogo onde é necessário estar muito bem preparado a todos os níveis, dado que quando o pressing alto e a posse de bola estão associados tudo se torna mais duro e exigente para os jogadores que executam esses mesmos princípios de jogo, não obstante de também se dificultar muito mais a vida aos adversários quando essa associação está suficientemente mecanizada e organizada para garantir o tão esperado sucesso!

Os jogadores do Barcelona apenas com uma suficiente mobilidade, mas com muita inteligência e criatividade na criação de espaços, conseguem criar constantemente linhas de passe, sendo que com eles é a bola que percorre muitos e muitos quilómetros, não são eles a fazer tal, o que se torna muito importante para aguentarem uma época inteira a um ritmo louco e com índices de exigência brutais como foi a época transacta! Posso também dar um exemplo do comportamento de um Barça a passar por dificuldades, mas que consegue dar a volta por cima de uma forma excelente, por exemplo quando a defesa foi sujeita em alguns jogos a uma pressão bastante alta, ninguém perdeu o discernimento e com, na maior parte das vezes, Yaya Touré a servir de apoio saíam a jogar com bastante segurança, sendo muito raro vermos alguém a utilizar o passe longo quando estava mais apertado, isto deve-se à qualidade dos movimentos da equipa, é simples conseguir jogar assim quando existe entrosamento, determinação e acima de tudo muito e bom treino! Esta forma de jogar veio destruir completamente princípios de jogo ancestrais, onde se pensava que para se ganhar não se podia jogar sempre bem nem sempre da mesma forma, com isto criou-se assim uma nova forma de pensar o futebol, contribuindo de forma extremamente positiva para o fabuloso espectáculo que é este desporto! Eu não irei alargar muito mais o meu texto e só para terminar vou falar um pouco de Andrés Iniesta, este jogador está "muito à frente" sinceramente, tem uma leitura de jogo brilhante e demonstra uma facilidade incrível tanto para aparecer na área adversária para finalizar ou tabelar como para iniciar o enorme pressing logo no meio-campo adversário. É, sem dúvida alguma, um fenómeno, é muito mais do que um simples médio criativo, desequilibra com a equipa e organiza para a equipa, nunca perdendo o controlo defensivo, visto que tem sempre a táctica presente dentro de si e sabe interpretá-la e executá-la da melhor forma, sendo para mim um dos jogadores onde mais se nota o espantoso trabalho feito por Guardiola, que sobre ele disse o seguinte: "Não usa brincos, não tem tatuagens, tem o cabelo curto, não embirra por jogar apenas vinte minutos e, no entanto, é o melhor de todos"!

"VIVA O BOM FUTEBOL, VIVA O BARCELONA"

8 comentários:

Francisco Chaveiro Reis disse...

Que post bem escrito!

T Nogueira disse...

Boas,

Muito obrigado Francisco, é com todo o gosto que escrevo desta forma!

Um abraço

Futebol disse...

O Nogueira é um artista ;)

T Nogueira disse...

Que exagero Carlos! O.o

Um Abraço

Respira-se futebol disse...

que grande artigo Nogueira...parabéns

M Almeida disse...

Como Tiago nogueira diz, este barcelona practica um futebol espectaculo, cmo diz raramente sai em passe longo, trocando a bola de pe para pe, jogando muitas vezes num maximo de 3 toques.
Andres iniesta e um medio que qualquer treinador desejaria.
Nao digo mais nda, porque td o que ha para dizer ja esta escrito, por Tiago Nogueira, que elaborou este post de uma maneira espectacular.
;)

Bimbosfera disse...

Grande análise. Tiveram o prémio este mês... O Iniesta fica para a história das finais...

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com

Julián Martínez disse...

Hola Tiago,
estamos encantados de intercambiar links contigo.

Te linkamos en:
Me gusta el buen futbol

Saludos desde España.