Os segredos da nossa selecção

Amanhã a nossa selecção de esperanças terá que enfrentar a Lituânia num jogo de apuramento para o Europeu de 2011… Depois de uma excelente partida contra a Irlanda do Norte, pena foi a vitória pela margem mínima, dado que os jogadores portugueses pecaram bastante na finalização, esperemos que amanhã os miúdos de Oceano estejam prontos para brilhar oficialmente!

Esta selecção deverá alinhar num 4x3x3 com Ventura na baliza, Ruben Lima a defesa-esquerdo, Miguel Vítor e Carriço a centrais e Tengarrinha na direita, apesar de este ser um central de raiz, no meio-campo deverão jogar Adrien Silva, André Santos e Castro e o tridente ofensivo, recheado de técnica, talento e explosão, será formado por Ukra, Fábio Coentrão e Yazalde! Não há dúvidas que temos jogadores fantásticos, com potenciais espantosos, com margens de progressão enormes, falta saber se isso será suficiente para garantir um lugar no Europeu de 2011, eu espero e acredito que sim! O nosso meio-campo é bastante lutador e é mais inteligente do que propriamente tecnicista, Adrien e André são dois médios com características bastante defensivas, que sabem ocupar muito bem os espaços, demonstram uma qualidade de passe fantástica, principalmente no passe longo, mas um pouco mais de agressividade não lhes faria mal, talvez com o decorrer da idade isso chegue, à frente deles temos um jogador formado no FC Porto e que actualmente é titularíssimo em Olhão, Castro é um típico “box-to-box”, capaz de aparecer muito bem nas duas áreas, com um “pulmão” invejável e com uma visão de jogo bem apreciável… A dupla de centrais é, de facto, excelente, não será muito atrevido dizer que será a nossa dupla de centrais no futuro, agressividade, excelente posicionamento, qualidade no desarme e no passe e forte personalidade são as marcas mais fortes destes dois prodígios! Ukra e Fábio Coentrão, pouco evoluídos tacticamente, é certo que já estiveram pior, mas mesmo assim ainda poderão e deverão melhorar, quanto à parte técnica são fabulosos, conseguem juntar uma enorme técnica à velocidade e à capacidade de explosão, demonstrando realmente que são capazes de tudo, principalmente de realizarem excelentes cruzamentos... Yazalde é um bom finalizador, mas dá-se melhor como 2º avançado ou então actuando numa ala, mas também tenho que referir que são essas suas deambulações que permitem algumas nuances tácticas interessantes à nossa selecção, uma vez que aquela zona mais ofensiva do terreno é rica em várias coisas e a grande mobilidade é uma delas!

3 comentários:

Leão da Madeira disse...

porreiro o post.
continua assim!

Rui Rebelo disse...

Excelente Blog. Alguém de "devora" futebol e que o entende e o argumenta com algum grau científico. Muito bem Tiago, continua!

José Ribeiro disse...

Jorge Andrade ainda é capaz!
Leiam e comentem aqui pff:

http://tm-toquemagico.blogspot.com/2009/09/quando-o-talento-nao-chega.html