Real VS Barça, muito mais do que 90 minutos

Em relação a este encontro escaldante vou deixar aqui partes de uma conversa extremamente interessante que tive com um amigo, pois penso que será a melhor forma de partilhar pensamentos claramente diferentes acerca de filosofias também diferentes.

JG: "Tudo bem, eu até admito que o Pepe possa ter sido mal expulso, embora tenha visto poucas repetições, mas só pela maneira como o Mou encarou o jogo já mereceu a derrota."

TN: "É isto que eu não entendo, a sério. Ele encarou este jogo da mesma forma que encarou o da final da Taça do Rei. Apenas trocou o Khedira pelo Lass! A diferença assenta no facto de ele ter perdido agora (grande culpado) e ter ganho na Taça do Rei (mestre da táctica). ­ O Barça tem uma filosofia de jogo incrível e irritante ao mesmo tempo. Só é possível travar com agressividade e coesão.­­"

JG: "É assim, na primeira parte pura e simplesmente não se mexiam os jogadores do Real! Sempre estacionados e somente três atacavam. E trocar o Khedira pelo Lass parecendo que não por si só já é grande mudança. O Real tem jogadores em todos os sectores do outro mundo, tinha todas as condições para jogar taco-a-taco com o Barça! Como tu sabes esta filosofia é a coisa que mais me irrita! O pessoal compra bilhete para ver a equipa a jogar bonito ou simplesmente defender e criar perigo em bolas paradas?!
Mas nada está perdido e digo-te, na segunda mão espero um jogo do outro mundo."

TN: "Entendo isso perfeitamente, uma equipa deve encantar com o seu jogar, criar oportunidades de golo para o público vibrar e dar graças ao seu bilhete que se calhar até foi comprado com algum esforço, mas na verdade também não é aquele tiki-taka "irritante" do Barça que me consegue fascinar. É um exagero. 70% de posse de bola, cerca de 45% atrás do seu meio-campo. É o que te digo, são estilos completamente diferentes. Mas continuo a dizer, futebol é uma forma de viver e o fundamental é vencer! O Mourinho ganhou um troféu com esta "merda" de filosofia e agora "perdeu" outro com a mesma. Tem a sua culpa e o seu mérito, assim é o futebol."

JG: "Claro, ninguém tira o mérito ao Mourinho porque como todos sabemos e acho que ninguém tem dúvidas disso é o melhor treinador, em termos tácticos, do Mundo! Tudo bem que são filosofias, mas eu não gosto da dele, não por ele demonstrar arrogância, dado que como sabemos isso são só mind-games e nada mais, mas é mesmo pela maneira como ele aborda um jogo de futebol! E aquele golo do Messi deixou-me completamente de boca aberta."

TN: "Certo, como bem sabes todas as filosofias têm apreciadores e críticos. Foi um golo genial, sem dúvida."

Obrigado, meu desporto rei.

6 comentários:

João Gameiro disse...

Apenas metade de uma eliminatória!
Nada está perdido meu irmão, embora como saibas e está bem patente no que eu disse nessa conversa, sou pelo Barça! Um jogo do outro mundo em Camp Nou é o que todos adivinhamos.

Sempre um prazer, mesmo com opiniões diferentes acerca disto, discutir futebol contigo.

Grande abraço e continua o bom trabalho!

T Nogueira disse...

Sinceramente, eu já não acredito, são muitos contras para um só jogo.

Posso dizer o mesmo em relação a ti. Obrigado.

Um grande abraço

Anónimo disse...

Mestres...

Abraço rs

Delantero disse...

Depois de um grande jogo uma grande discussão....

Parabéns pelo blog.

Abraço

David J. Pereira disse...

Gosto deste blogue!

Podes adicionar o meu aos links sff?

http://davidjosepereira.blogspot.com/

T Nogueira disse...

Obrigado.

Com certeza, faz o mesmo no teu.

Um grande abraço