F.C.Porto 1 - 0 Sporting - A Classe de Lucho e Meireles e a passividade de Miguel Veloso

Este jogo foi totalmente diferente do da Supertaça... Tivemos um Porto mais dominador, muito devido ao seu meio campo.

Paulo Assunção dominou o meio-campo defensivo, não deixando Romagnoli ter a bola! Raul Meireles e Lucho demonstraram a sua enorme classe... Lucho foi fantástico, com o seu grande sentido posicional conseguiu estar sempre onde era preciso, interceptando muitas bolas... Mas Raúl Meireles não lhe ficou atrás, efectuando as transições defesa-ataque com muita rapidez, causando assim muitas dificuldades ao adversário, dado que por diversas vezes apareciam 3 para 3 à entrada da área do Sporting...

Jesualdo Ferreira não cometeu o mesmo erro da Supertaça, que foi colocar o Lisandro a marcar o Miguel Veloso, uma vez que isso mudava completamente a estrutura do ataque, o que originou muitos problemas nesse jogo... Assim Jesualdo optou por baixar a linha ofensiva e assim cortar as linhas de passe de Miguel Veloso!

E isso resultou perfeitamente, visto que o Miguel Veloso foi um jogador muito apagado durante todo o jogo, mas isso não aconteceu só por mérito do adversário mas também por demérito do próprio jogador... Ele é muito inteligente a jogar e tem uma qualidade de passe estupenda, mas é muito lento a pensar e a executar, talvez com o decorrer da idade ele consiga melhorar esse aspecto...

Por isso acho que o Paulo Bento deveria ter mexido nessa posição, porque mesmo com mais uma unidade no meio-campo a sua equipa estava a ser dominada, talvez a entrada de Farnerud pudesse mudar algumas coisas, uma vez que ele é mais rápido do que Miguel Veloso, apesar de não ser um médio-defensivo de raíz podia ser perfeitamente adaptado! Izmailov deveria ter saído mais cedo do jogo, ao intervalo era a altura certa, e na minha opinião o substituto ideal para o Russo era Yannick Djaló, dado que ia dar mais velocidade ao jogo, que era o que o Sporting realmente necessitava! Fundamentalmente, acho que foi uma vitória justa e há que dar o mérito ao professor Jesualdo Ferreira nesta partida, tal como a toda a equipa do FC Porto que fez um jogo muito interessante.

2 comentários:

Ruben disse...

A classe de Lucho fez a diferença completamente. a forma como passa para o meireles e engana toda a gente.

continua assim ganda tiga

Anónimo disse...

foi uma inteligencia soberana de lucho, max nao vamox exkecer um facto decisivo. . .

o lance em k resultou o golo foi um corte k andersson polga efectua para tras k vai ter com stjokovic i ele legalmente pode agarrar a bola. . .
max o arbitro sobre a presao de helder postiga marca livre indirecto dentro da area so sporting . . .
vixto ixto exte lance foi um puro erro de arbitragem