Jovens Promessas

João Silva, actualmente no Vitória de Setúbal.

Nome: João Pedro Pereira Silva
Nacionalidade: Portuguesa
Idade: 21 anos (1990-05-21)
Clube: Vitória de Setúbal (emprestado pelo Everton)
Posição: Avançado
Altura: 1.90 m
Peso: 80 kg


João Silva fez todo o seu percurso de camadas jovens no Desportivo das Aves. No 1º ano de Sénior na sua equipa do coração, o jovem avançado deu nas vistas e apontou 14 golos em 32 jogos, tendo despertado o interesse do Everton. O clube da Liga de Honra recebeu, na altura, cerca de 700 mil euros pela transferência. Não tendo sido opção na equipa da Premier League, acabou por ser emprestado à União de Leiria, onde marcou quatro golos, dois deles no último jogo da temporada frente ao Sport Lisboa e Benfica. No início desta nova época, este futebolista acabou, novamente, por não ser visto como opção imediata no Everton, que optou por lançar o jogador para um novo empréstimo, tendo chegado desta vez a acordo com o Vitória de Setúbal. O ponta-de-lança luso leva já três golos apontados ao serviço da sua equipa, sendo mesmo o melhor marcador dos pupilos de Bruno Ribeiro. O jovem natural de Vila das Aves conquistou desde logo o posto de referência ofensiva dos setubalenses, algo que o deixará certamente bem mais preparado para encarar um desafio como a Premier League no próximo ano.

Esperemos que esta confiança do seu treinador resulte na sua maturação como jogador, preparando-o para uma eventual explosão em Inglaterra e, quem sabe, para uma chamada à nossa seleção A. Com uma estrutura atlética de um verdadeiro nº9 e inteligência nas suas movimentações, torna-se muito mais fácil para ele desequilibrar com ou sem bola. Em profundidade, é notório que aparece muito bem nas costas dos defesas adversários, não pela sua grande velocidade, mas por pensar e executar antes dos outros. Quando lhe é pedido um jogo mais posicional, ele dá asas ao seu porte físico e demonstra competência na fase do segura e toca para trás ou remata. Quanto a mim, o João dá o seu melhor contributo à equipa se jogar sozinho na frente, num 4x3x3. No entanto, também me parece ser competente num 4x4x2, jogando como elemento mais fixo. É um avançado que muitas vezes tenta receber a bola sobre os flancos e que depois procura ir para dentro, tentando ganhar alguns duelos divididos no caminho para a baliza contrária. Fundamentalmente, trata-se de um talento luso que me parece poder vir a ser muito interessante e que tem no seu jogo aéreo uma grande mais-valia.

6 comentários:

João Fonseca disse...

Viva Tiago,

Tenho acompanhado todos os seus artigos na Revista Futebolista e queria dar-lhe os meus parabéns por toda a sua expressividade na escrita e pela maneira como tenta ser imparcial.

Sim, este João Silva vai longe, não engana.

Atentamente

João Fonseca.

T Nogueira disse...

Caro João,

Muito obrigado pelos seus elogios. O que pretendo deixar sempre bem claro é que escrever BEM sobre futebol só é possível com emoção.

Um grande abraço,

Tiago Nogueira

Francisco Chaveiro Reis disse...

Caro Tiago,
Belo texto num belo blogue!
Quanto a mim, o João Silva tem tudo para se tornar num goleador temível: bom jogo de cabeça, bons pés, alguma velocidade e um bom físico. Daqui a um ano ficará bem na seleção.
Abraços

T Nogueira disse...

Caro Francisco,

Muito obrigado pelos seus elogios. Esperemos que ele mostre todo o seu potencial e que consiga dar o salto para a titularidade da nossa selecção.

Um grande abraço,

Tiago Nogueira

João Torres disse...

Ora aqui está outra das grandes esperanças!
Tenho acompanhado pouco do desempenho deste jogador mas parece-me ser daqueles que não engana...Uma futura competição para o Nélson Oliveira pelo lugar a 9 na seleção nacional acho que é o esperado por todos!

Parabéns o artigo está muito bem escrito como já é costume.

Um abraço deste teu amigo.

Tiago Nogueira disse...

Caro João,

Concordo em absoluto, o João Silva e o Nélson Oliveira são duas grandes promessas do futebol português.

Queria também deixar o meu obrigado pelas suas palavras.

Um grande abraço,

Tiago Nogueira